segunda-feira, 10 de junho de 2013

Fulano é um amorzinho!

Eu fico vendo várias noivinhas na época dos preparativos e das escolhas de fornecedores para o grande dia falando "Fulano é um amorzinho" ou "Fulano é meio antipático" e determinando suas escolhas com base nessas impressões emocionais.
 
É claro que a empatia entre o fornecedor e os noivos é fundamental, principalmente quando este fornecedor pode mesmo ser personificado em uma única pessoa, como é o caso da Assessora, do Fotógrafo e da Decoradora. Sem que haja essa empatia é quase impossível que esses fornecedores realizem seus trabalhos de forma a satisfazer plenamente o casal, no entanto acho que essa primeira impressão que um profissional passa deve ser analisada com CUIDADO. Há muitos profissionais neste ramo de casamento e, infelizmente, muitos deles despreparados. Além de terem um preço muito competitivo, muitas vezes abaixo do mercado, esses profissionais têm como arma principal para fechar os contratos o carisma e a simpatia. Por favor, não me interpretem mal! Não estou querendo dizer que carisma e simpatia sejam pontos negativos ou desnecessários! Só estou querendo dizer que os noivos devem tomar cuidado para não contratarem um profissional que tenha SOMENTE essas qualidades, sem as qualidades técnicas para realizarem seus serviços. Por isso, mais do que sentirem que se identificam com o profissional, os noivos devem buscar opiniões de clientes anteriores do profissional, pesquisar se há reclamações em sites como o Reclame Aqui, na própria página do profissional e em grupos de noivas, perguntar sobre seu equipamento, ver com atenção o portfólio, perguntar se é ele mesmo que estará presente no casamento...enfim, fazer o dever de casa.
 
Se tomarmos esses cuidados na contratação dos fornecedores, aproveitaremos da melhor forma a grande vantagem que um mercado inchado pode trazer: fechar com profissionais competentes que tenham preços atrativos. O fato de o Fulano ser um amorzinho pode ser a cereja do bolo da sua escolha, mas não o único parâmetro da contratação. Vamos tomar cuidado e evitar arrependimentos, afinal estamos falando aqui do Grande dia!
 


5 comentários:

  1. Com certeza Rebeca, não podemos nos deixar levar APENAS por esse ponto, aliás, esse pode ser um erro impossível de corrigir depois! :/

    Fica com Deus flor! :*

    ResponderExcluir
  2. Realmente é a pura verdade, quando eu estava a procura do fotógrafo encontrei um profissional que era adorável e muito atencioso sem falar no preço que era bem abaixo dos que eu já havia cotado, porém, eu não sentia firmeza nas palavras dele e por esse motivo obviamente não fechei, procurei outros e fechei com um que me forneceu tudo, principalmente segurança.
    Beijo grande

    ResponderExcluir
  3. Olha eu procurei os melhores (dentro das minhas condições) e graças a Deus todos eram ótimos profissionais e ótimas pessoas. Hoje ficamos amigos de quase todos fornecedores!!
    bjs!

    www.diariodeumabride.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olha eu nem segui muito o que o povo fala não eu fui nos mais tradicionais da cidade e fechei contrato.....assim não teria decepções e não tive!
    rs
    Beijoss *-*

    ==> Blog Mundinho da Pâm

    ResponderExcluir
  5. Concordo Rebeca! E acho que vc deveria complementar o post, ou até fazer outro, alertando as noivas a não criarem uma imagem da pessoa pelo que ela é na internet.Tem que tomar cuidado com isso, conhecer o profissional antes pessoalmente, conversar, questionar.
    Muitos profissionais hoje em dia tem blogs, facebook, sites e o primeiro contato é por e-mail. E é aquilo: na internet quase todo mundo é fofo, é querido, é inteligente, super competente, culto...
    No meu casamento "criei alguns personagens" pelo que conhecia do profissional na internet e depois me arrependi.
    Fica a dica!

    ResponderExcluir

O que você achou?!?!

Se for comentar como "anônimo" não esqueça de deixar seu e-mail!!!