terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Reflexão: comunicação virtual com fornecedores

Eu já estou há um bom tempo com vontade de falar sobre esse assunto, mas depois do e-mail que recebi hoje, não consegui evitar. Mandei e-mail para alguns locais, com todos os "bom dia" e "obrigada", pedindo orçamento para um evento. Da mesma forma que eu não gostaria que alguém me mandasse um e-mail só escrito algo como "Quero orçamento para o evento tal, com tais características" e ponto, eu também faço questão de sempre mandar e-mails educados e simpáticos para as pessoas. Por isso, me irrita bastante quando recebo uma resposta do tipo: "Nossa capacidade é de 60 pax". E foi isso, somente isso que a pessoa me respondeu! Por mais que eu tivesse pedido um orçamento para 100 pessoas e a capacidade do local estivesse abaixo disso, eu acho que merecia uma resposta um pouco mais elaborada do que essa, afinal eu poderia, por exemplo, diminuir o meu número de convidados e o local passaria a ser plausível. Ou eu poderia indicar esse local para uma outra pessoa. Enfim, até pro "nível Rebeca" de simpatia (que não é muito alto) essa pessoa deixou a desejar e não é possível que ela não perceba que acabou de perder, não só uma, mas várias clientes em potencial!

Juro que a minha vontade foi responder "Cara senhora fulana, muito obrigada pela resposta imediata e satisfatória. Agradeço todo o seu tempo pedido com a resposta do meu e-mail. Mal posso esperar para fazermos negócio. Atenciosamente, Rebeca". Mas, como o ocorrido foi ontem, hoje a indignação está menor e vou deixar por isso mesmo.
Eu sei que a maioria de vocês que estão lendo esse post não merece esse desabafo, mas fico impressionada com a quantidade de gente sem noção que há por aí. Acho que todo mundo, em especial os fornecedores de serviço, deve tentar se comunicar da forma mais eficiente, simpática e educada pelos meios virtuais. E quando eu falo em educação, não restrinjo somente a termos como "por favor" e "obrigada" não. Educação é também responder os e-mails em tempo razoável e ler atentamente seu conteúdo, respondendo a cada questão levantada.

Fica aí o alerta para quem está fazendo ou respondendo orçamentos.

Obs.: Ainda procurando opções de locais para um miniwedding no Rio. Agradeço quem já deu sugestões!!!

13 comentários:

  1. Menina, o pior é que é, viu...
    Já recebi e-mails assim... eu não consigo entender como eles não percebem que assim estão perdendo clientes...
    Bjuss

    ResponderExcluir
  2. Pior que a maiorisa das vezes eh bem assim mesmo. As pessoas culpam o tempo e nao se dão o trabalho de ser um mínimo educadas. E comigo, tb nao tem chance, odeio esse tipo de coisa.

    ResponderExcluir
  3. Eu estive cotando buffets e lugares para festa,e poucos me responderam com cordialidade...E sinto muito em dizer que os que me responderam melhor são os lugares mais 'caros'...

    Mas é assim,com gente mal educada,não faço negócio!
    Beijos...
    http://pastelecasamento.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Hoje em dia a maioria dos fornecedores não tem interesse em "cativar"clientes. Claro, porque o mercado esta aquecido.
    Quando acontece isso comigo eu respondo ironicamente agradecendo a gentileza, e faço uma propaganda negativa boca a boca, isso quando nao uso as redes sociais.

    http://felizcasar.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Sabe Rebeca, acho que (infelizmente) isso está ficando cada vez mais comum, e não só com fornecedores de casamento...Recebo emails do meus alunos assim tb, bem "Quando é a prova?" (sem "Dear Mrs. Harris" ou "Thank you" ou "Sincerely") Parece que as pessoas esquecem que email é uma forma de comunicação profissional e que email tem tom (SIM! Não mande um email só com capslock ou todo escrito em rosa pink/vermelho se é profissional...) Também acho muito frustrante. Acho que deveriam ensinar "Etiqueta de Email" em algum momento na escola, para que as pessoas aprendam que, apesar de ser um meio de comunicação mega rápido e eficiente, não quer dizer que a gente não deva gastar o mínimo de atenção escrevendo-o.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  6. Nem preciso dizer o quanto eu concordo com você. Engraçado como as pessoas acham que estão te fazendo um favor. Uma mensagem simpática pode mudar tudo! Eu tenho tomado o cuidado de dar uma resposta mesmo aos fornecedores com quem não vou fechar, para que eles não fiquem com a expectativa. Mas quem foi mal educado comigo eu nem me dou ao trabalho. O cúmulo para mim foi a tal fotógrafa (te contei) que só sabia dizer o que não fazia. Deu vontade de perguntar: mas o que você faz?...
    Eu não conheço nada do Rio, mas imagino que deva haver lugares lindos! Já vi muitos blogs comentando da Casa de Santa Tereza, você já viu?
    Beijo!

    ResponderExcluir
  7. infelizmente isso acontece muito! Mas o que eu mais percebo é que em muitas vezes são apenas funcionários que não estão nem aí se tiver mais ou menos clientes, sempre fui melhor atendida quando tratei diretamente com o dono.

    beijo

    ResponderExcluir
  8. Já passei varias vezes por isto,é incrível como pessoas que vivem de trabalhar com o publico não consegue trata-lo com devido respeito!!!



    beijos!!!!

    ResponderExcluir
  9. Infelizmente, isso está cada vez mais comum. As pessoas estão esquecendo (ou nunca aprenderam!) a sorrir, pedir licença, dar bom dia, dar um abraço e coisas de tipo...
    Infelizmente...
    Bjsssss

    ResponderExcluir
  10. Rebeca, deixa eu te contar um dos assuntos da reunião no meu trabalho semana passada. Premiar os funcionários da produção que não faltam e que batem ponto no horário.
    A que ponto chegamos hein? Premiar pessoas por um bom trabalho! Isso é sinal de que realmente as coisas não andam bem...
    Os serviços/atendimenos hoje em dia deixam muito a desejar. Eu e meu marido partimos do princípio que, nos atendeu bem, nos ganhou como clientes por longos anos, já estamos de saco cheio de parecer que fazemos "favores" comprando algo em algum lugar. As vezes pagamos até mais caro, mas queremos um atendimento digno dos clientes que somos.
    Essa resposta que você recebeu é tão normal, que dá até arrepio de pensar que daqui a alguns anos menos e menos pessoas serão treinadas para dar um bom atendimento, afinal, hoje em dia as empresas pensam que dar um treinamento é custo, sem pensar que podem lucrar muito ao atenderem bem os seus clientes.

    ResponderExcluir
  11. Nossa Re, eu tb acho um absurdo isso, é muita falta de atenção... Se vc quer conquistar o cliente, atenção e educação são o mínimo a serem feitos!!!
    Bjsss

    ResponderExcluir
  12. Eles esquecem que estão "vendendo" serviço... Infelizmente. E há também aqueles que demoram 15 dias pra te responder, que também é horrível.

    Mas está procurando um local para miniwedding? Vai casar de novo? rs.

    ResponderExcluir
  13. Não sei onde vc pretende fazer seu mini wedding, estou caindo de pára-quedas aqui, mas um lugar que achei liiindo e o atendimento foi muito bom foi o Le Relais de Marambaia. É pequeno e tem um preço justo, perto do que vi por aí.

    ResponderExcluir

O que você achou?!?!

Se for comentar como "anônimo" não esqueça de deixar seu e-mail!!!