sábado, 14 de janeiro de 2012

Lar doce lar

Esses dias eu ando com uma saudade das minhas cidades... Digo minhas cidades, pois, como boa niteroiense, que mora em Niterói e trabalha no Rio, fica difícil de saber qual é realmente a nossa cidade, já que ficamos mais ou menos metade do nosso dia em cada uma. Desde de o Natal que não vou ao Rio, o que quer dizer que estou há 3 semanas sem ir lá, o que quer dizer que já estou no meu limite, pois esse é o máximo de tempo que consigo ficar longe das cidades/família/amigos sem me desesperar.

O que acontece nessas horas é que começamos a sentir saudades de coisas que nunca valorizamos ou até não gostamos das nossas cidades. Eu, por exemplo, já cheguei ao ponto de sentir saudade da chuva de água de ar condicionado das calçadas do Centro do Rio. Sério, bizarro! Tô com saudades do Seu Juca, o português dono do botequim "Pagé" onde eu comia um PF de vez em quando. E também de passear pelo Saara na hora do almoço e fazer várias comprinhas BBB por lá. E de jantar na casa da minha avó na terças-feiras à noite. E de almoçar com os pais no sábado. E de passar as tardes de domingo com o pessoal de Araruama. E das Rebeca-feiras que eu fazia com a minha amiga Natalie. E da Lapa. E de fazer "footing" na Moreira César. E de passar pela ponte Rio-Niterói. Tocando no assunto, acho que a única coisa da qual não sinto a mínima saudade é de enfrentar os congestionamentos, mas, enfim, nada é perfeito.

Enquanto o dia de eu matar as saudades não chega (e vai chegar em breve, eu torço!), eu vou curtindo Belo Horizonte, que também é uma ótima cidade, porém "Não é onde a Polly está", como diria a Helen.

Em breve, meu dia a dia será por aí:



10 comentários:

  1. E qdo voltar, será mto bem-vinda novamente! Tomara que o universo conspire favoravelmente e Deus te ajude a voltar logo, Beca.
    Ah!qto ao comentário lá no blog,nunca vi uma mãe de noivo de preto hahahahah. Já até vi madrinha e achei um absurdo, mas mãe?? Nossa, mto bizarro! rsrss
    bjksss

    ResponderExcluir
  2. Ai ainda bem que moro perto de todos. Acho que nao aguentaria de saudades.
    Bjo

    ResponderExcluir
  3. Te entendo completamente, viu?
    Passo a semana longe da família de comercial de doriana e quando chega a sexta eu fico louca pra pegar o metrô lotado e vir pra terrinha...
    Doida, né? ^^

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  4. Olha, eu já tive tanta história de gente sem noção...
    Só não conto no blog porque pelo menos duas das mais escabrosas envolvem duas das minhas madrinhas!!! rsrsrs

    ResponderExcluir
  5. é tão bom quando a gente chega de novo em nossa cidade, parece que tudo mudou, aquele ar de novidades.. rsrs

    bjos

    http://casamentoesimples.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. como vc disse, só depois que a gente sai é que dá valor. Faz 8 anos que saí da casa dos meus pais e da minha cidade, Itabira, que como disse meu conterrâneo Drummond, é uma cidadezinha besta, onde tudo anda devagar. Não fui para muito longe. Fico a 100km de distância, mas todas as vezes que venho bate aquele saudosismo. O engraçado é que quanto mais se aproxima do casamento mais eu tenho vontade de vir e ficar com minha família.
    bjos

    ResponderExcluir
  7. Ah, mas isso é o poder de Niterói. Morava lá até uns dois anos atrás. Aí me mudei pro Rio, mas nóóóóssa, que saudade que eu tenho daquela cidade... que mesmo com seus congestionamentos bizarros (está tenso lá) é a melhor cidade do Rio pra viver. Eu morro de vontade de voltar a morar lá. Nosso plano é voltar assim que der.
    Te desejo a sorte de voltar logo. =)

    ResponderExcluir
  8. Ai nem fala Rebeca, ando um tantão assim, cheia de sdsssssss do Rio.rsrsr

    ResponderExcluir
  9. é mto bom matar as saudades da nossa cidade...


    Vote na minha história com o meu amor, é lindaaa demais, entre no meu blog que lá tem mais informações.

    bjos

    http://respireecase.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Nossa, falou tudo! Não vou desde o Reveillon, ainda bem q estou indo amanhã!! :)
    Bjs!

    ResponderExcluir

O que você achou?!?!

Se for comentar como "anônimo" não esqueça de deixar seu e-mail!!!