sexta-feira, 6 de maio de 2011

Reflexão: liberdade de expressão X bom senso na internet



Não temos como negar que a internet se tornou um importante (se não o mais importante) meio de divulgação de idéias, serviços, produtos e tudo o que a gente possa imaginar. Nós, blogueiros desse mundo, estamos sempre expondo nossas opiniões sobre nossos assuntos de preferência e, no meu caso e de muitas de vocês que passam por aqui, esse assunto é casamento.

Assim como eu, muitas noivas aproveitam esse espaço para guardar inspirações, trocar idéias e expressar suas opiniões sobre fornecedores de servíços casamentícios.

Eu comecei esse assunto, pois, esses dias, li um post de um fornecedor de serviços para casamento que criticava as noivas blogueiras que "falavam mal" de fornecedores em seus blogs. Essa pessoa dizia como isso poderia prejudicar o fornecedor.

Gente, é claro que não temos o direito de difamar ninguém, seja na internet ou em qualquer lugar, mas, sinceramente, acho que temos todo direito de dizer nossas impressões ou experiências com os fornecedores com que tivemos contato. Ninguém reclama quando elogiamos e divulgamos determinados serviços! Por que também não poderíamos dizer quando passamos por uma experiência negativa?!

Acho que esses prestadores poderiam aproveitar esses feed backs, que não costumam ter pessoalmente, para aprimorarem ainda mais seus serviços.

Acredito que com bom senso (por mais que isso seja muuuito subjetivo) conseguimos manter a liberdade de expressão e utilizar essa ferramenta a favor, tanto dos consumidores, quanto dos fornecedores.

Pronto, falei!

5 comentários:

  1. Concordo plenamente com você, ninguem gosta de ouvir a verdade quando ela é negativa né ?
    Fazer o que, a verdade dói, mas é sempre a melhor opção para todo mundo.

    1000 beijos.
    http://apartamentoecasamento.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Eu concordo plenamente!
    Uma coisa é "falar mal" do fornecedor a troco de nada, outra é dividir experiências ruins com um ou mais fornecedores...
    Eles têm que entender que ao atender mal uma noiva, muitas ficaram sabendo e assim pensarão 2 vezes antes de fazê-lo!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  3. Falou e disse. Super concordo com vc, eles deveriam aceitar as críticas para melhor o serviço. Bjos!

    ResponderExcluir
  4. Concordo em gênero, número e grau! Temos o direito de crítica! Já dei direito de resposta no meu blog, mas só porque o cara foi super educado, então achei que mereceu! As pessoas ficam falando que vou acabar sendo processada (e olha que só falei mal de 2 fornecedores), mas quem disse que tenho medo de processo?? Não preciso nem contratar advogado... rsrs
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Eita eu tinha feito um comentário aqui e acho que não salvou...
    Como eu disse antes, é dificil saber o limte entre contar apenas os fatos e não exagerar no que foi dito, pois no momento de raiva e frustação acabamos querendo que o mundo todo tome nossas dores. Por isso o que tentei fazer foi esperar alguns dias para postar, para tentar me "acalmar" e contar apneas o q de fato ocorreu.
    Mas acho que todas deveriam contar suas experiências, eu vejo até como um serviço de utilidade publica para as noivas, pois somos a parte mais frágil da corda, e se ela arrebenta, somos as primeiras e maiores prejudicadas.
    Por iss que decidi falar e depois de contar tudo decidi entrar na justiça e levar até o final tudo isso. Espero que nenhuma outra noiva passe pelo que passei, no que depender de mim pelo menos esse forncedor aprenderá uma lição.
    Bjão e mais uma vez, ótimo texto!

    ResponderExcluir

O que você achou?!?!

Se for comentar como "anônimo" não esqueça de deixar seu e-mail!!!